Edições ABM

Jocy de Oliveira

Jocy de Oliveira

1936

Biografia

Nasceu em Curitiba/PR, em 11 de abril de 1936. Iniciou os estudos de piano com a professora Alice Serva Pinto. Prosseguiu com o professor russo José Kliass em São Paulo. Estreou como solista com a Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo em 1952. Foi para Paris em 1954 para estudar com Marguerite Long. No mesmo ano casou-se com o maestro Eleazar de Carvalho. Foi solista à frente de grandes orquestras como a Sinfônica de Boston, a Orchestre National de Belgique e Sinfônica de Saint Louis, entre outras, sob a regência de importantes maestros, incluindo Igor Stravinsky. Apresentou várias primeiras audições de compositores que a ela dedicaram obras, como Olivier Messiaen, Iannis Xenakis, Luciano Berio, Lukas Foss, Cláudio Santoro e Johon Cage. De Messiaen gravou em 1969 para o selo Vox de Nova York, o Catalogue d’Oiseaux e Vingt Regards sur l’Enfant Jesus. Como compositora direcionou seu trabalho para o desenvolvimento de uma linguagem multimídia, envolvendo música, teatro, instalações, textos e vídeo. Recebeu vários prêmios como: Guggenheim Foundation, Rockfeller Foundation (1983 e 2007), Bogliasco Foundation, CAPS, do New York Council on the Arts, Fundação Vitae, RioArte. Suas obras têm sido apresentadas em teatros e festivais como: Berliner Festspiele, Haus der Kulturen der Welt, Hebbel Theater em Berlim, StaadtsTheater Darmstadt, Festivals Dresdner Tage der Zeitgenössischen Musik, Desden, Expo 2000 Hannover, Ludwigshafen Opera Festival, Salzburg Festival – Aspekte, Hayden Planetarium, Carnegie Hall, Brooklyn Academy – em New York, New Music America Festivals, Miami Planetarium, Bellas Artes – México, Teatro Avenida, Buenos Aires, Chengdu – China, Radio France – Paris, Bayrischer Rundfunk, Munique Gaudeamus e Gulbenkian Foundations, Biennials of Contemporary Music, Rio de Janeiro, Theatro Municipal de São Paulo e do Rio de Janeiro, entre outros inúmeros festivais e rádios em diferentes países. Em 2007, o Festival Internacional de Campos do Jordão/SP homenageou sua obra programando várias de suas peças (ópera, concerto de câmera, peça para soprano e orquestra de cordas). Em 2008, lançou um Box com 4 DVDs compilando suas 6 óperas, com distribuição internacional pela NAXOS Video Library. No mesmo ano, o Instituto Oi Futuro do Rio de Janeiro promoveu uma retroprospectiva de seu trabalho em forma de instalação, exposições, concertos e ópera, durante dois meses, que foi visitada por cerca de 20 mil pessoas. Seus espetáculos mais recentes foram Revisitando Stravinsky (2010) e Berio sem censura (2012), apresentados no SESC São Paulo e no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Ainda em 2012, a Radio France, Paris, apresentou um perfil de sua trajetória e obra em dois programas exclusivos de uma hora cada. É autora de seis livros publicados no Brasil e nos EUA. Seu mais recente trabalho – Diálogo com cartas – foi lançado pelo SESI/SP em 2014 e também na França, pela editora Honoré Champion, 2015. Suas últimas obras são Mobius Sonorum, para a XI Bienal de Música Brasileira Contemporânea e Esferas rítmicas para a Orquestra Sinfônica Brasileira, em 2015.
Expandir

Vídeos

Título do vídeo
Título do vídeo
Título do vídeo
Voltar

Rua da Lapa, 120/12º andar – Lapa
CEP 20021-180 - Rio de Janeiro -RJ

+55 21 2292-5845 | 2221-0277 | 2242-6693

https://www.youtube.com/c/AcademiaBrasileiradeM%C3%BAsicaABM https://www.facebook.com/abmusicabr

Dúvidas? Entre em contato