Notícias

Roda de Conversa sobre Alberto Nepomuceno

O Acadêmico Manoel Corrêa do Lago e os professores Guilherme Goldberg e Avelino Romero em uma roda de conversa sobre Alberto Nepomuceno

Roda de Conversa sobre Alberto Nepomuceno
Compartilhe:

Em substituição à data anteriormente divulgada de 22 de julho, informamos que o próximo Encontros ABM, será realizado na quinta-feira, dia 5 de agosto, às 18h. A Academia Brasileira de Música vai promover mais uma edição dos “Encontros ABM”. Dentre entrevistas, palestras e mesas-redondas, estão previstas na programação de 2021 oito atividades, tendo por tema geral Música e Educação. Com transmissão online pelo canal da ABM no YouTube, está edição promove uma roda de conversa sobre a vida e a obra de Alberto Nepomuceno com a participação dos Professores Guilherme Goldberg (UFPEL) e Avelino Romero (UNIRIO) e do Acadêmico Manoel Corrêa do Lago (ABM).

LINK PARA ASSISTIR AO VIVO NO YOUTUBE: https://youtu.be/4IRC6nA5K9U

____________________________

MANOEL CORRÊA DO LAGO tem uma dupla formação, em Economia e Música. Bacharelou-se em Economia pela UFRJ (1977), seguido de um Mestrado em Administração Pública (Master in Public Affairs) na Woodrow Wilson School of Public and International Affairs da Universidade de Princeton (1980). Seus estudos musicais realizaram-se em Genebra, Paris, Rio de Janeiro e Princeton com Madeleine Lipatti e Arnaldo Estrella (piano), Esther Scliar e Annette Dieudonné (teoria musical), Henrique Morelenbaum (orquestração) Michel Phillipot e Milton Babbit (análise), e Nadia Boulanger (composição). Em 2005, doutorou-se em Musicologia na Unirio, seguido em 2008 de um pós-doutorado no IEB/USP. Tem publicado textos em revistas especializadas tais como a Brasiliana, da ABM, a Latin American Music Review, da Universidade do Texas-Austin, na Revista Brasileira, da Academia Brasileira de Letras, na Revista Brasileira de Música, da Escola de Música da UFRJ, e nos Cahiers Debussy do CNRS – Paris. Coordenou a edição crítica do Guia Prático, de Heitor Villa-Lobos, lançada em 2009 pela ABM e pela FUNARTE. Sua tese O Círculo Veloso-Guerra e Darius Milhaud no Brasil: Modernismo musical no Rio de Janeiro antes da Semana foi agraciada com o “Prêmio Capes/Área de Artes 2006” e publicada em 2010. Em 2011 foi o organizador do livro O Boi no Telhado – Música brasileira no Modernismo Francês, publicado pelo Instituto Moreira Salles. Faz parte do Conselho de Programação da Sala Cecília Meireles e do Conselho da Fundação Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

GUILHERME GOLDBERG pianista gaúcho, iniciou seus estudos com Marigênia Ferreira e Diva Oliveira, concluindo seu curso básico com Ináh Martensen. Graduou-se pela Universidade Federal de Pelotas, com posterior complementação curricular na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, onde estudou com Bruno Kiefer, Armando Albuquerque, entre outros. Desenvolve intensa pesquisa sobre Alberto Nepomuceno, compositor ao qual se dedicou tanto em seu Mestrado, quanto o Doutorado, na UFRGS, com a tese “Um Garatuja entre Wotan e o Fauno: Alberto Nepomuceno e o Modernismo Musical no Brasil” (2008), recebendo Menção Honrosa do Prêmio Capes de Teses (2008). Deste compositor ainda publicou várias obras inéditas, como a Sonata para piano e Valse-Impromptu, os Quartetos de Cordas nº 1 e 3, Un Soneto del Dante, Valsas Humorísticas, Le Miracle de la Semence, As Uyaras, entre outras.  Como pianista, também se dedica à divulgação de compositores gaúchos, principalmente, destacando-se obras de Clodomiro Caspary, Flávio Oliveira, Frederico Richter, Hubertus Hofmann, Esther Scliar, Armando Albuquerque. Desde 1992 desenvolve atividades didáticas e de pesquisa na Universidade Federal de Pelotas, onde foi um dos criadores do Bacharelado em Ciências Musicais. Coordena o Simpósio Internacional Música e Crítica; coordenou o Simpósio Internacional Alberto Nepomuceno (2020), em colaboração com Alberto Pacheco, da UFRJ, e Ana Maria Liberal, da Politécnica do Porto; é líder do Grupo de Pesquisa Estudos Interdisciplinares em Ciências Musicais.

AVELINO ROMERO é graduado em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1988), Mestre em História Social do Brasil pela UFRJ (1995) e Doutor em História Social pela UFF (2012). Desenvolveu estágio de pesquisa pós-doutoral junto ao Setor de História da Fundação Casa de Rui Barbosa (RJ). Realizou também estudos de música na UFRJ (graduação incompleta em piano). Atualmente é professor de História da Música da UNIRIO (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro). É autor de Música, Sociedade e Política: Alberto Nepomuceno e a República Musical. Rio de Janeiro: UFRJ, 2007, versão revista de sua dissertação de Mestrado, e de artigos sobre tango na Argentina e sobre música e sociedade no Brasil. Tem participado de diversos eventos acadêmicos nas áreas de História Cultural e História Intelectual do Brasil e da América Latina. Desenvolve atividades de pesquisa e docência voltadas para a compreensão de uma História Cultural e Social da Música. Além de pianista, é bandoneonista, tendo atuado à frente do Quinteto Los Mareados e do Quarteto Villa Tango, dedicados ao tango.

Mais informações: 21 2221-0277 | abmusica@abmusica.org.br

Rua da Lapa, 120/12º andar – Lapa
CEP 20021-180 - Rio de Janeiro -RJ

+55 21 2292-5845 | 2221-0277 | 2242-6693

https://www.youtube.com/c/AcademiaBrasileiradeM%C3%BAsicaABM https://www.facebook.com/abmusicabr

Dúvidas? Entre em contato