Almeida Prado: Catálogo de Obras
A Academia Brasileira de Música tem o prazer de informar que disponibiliza em seu site “Almeida Prado: Catálogo de Obras”, para download gratuito. A edição, organizada por Valéria Peixoto, registra toda a produção musical do compositor Almeida Prado.
Para consultar o catálogo ou baixar o arquivo, basta acessar o site da Academia Brasileira de Música, seção, , ou clicar no link abaixo:

 
Almeida Prado: Catálogo de Obras
Organizado por Valéria Peixoto
ISBN: 978-85-88272-38-5
Editora: Academia Brasileira de Música
Ano: 2016
Número de páginas: 236
Formato: E-book (PDF)

 
SOBRE ALMEIDA PRADO

 
José Antonio Resende de Almeida Prado nasceu em Santos, São Paulo, a 08 de fevereiro de 1943. Estudou piano com Dinorah de Carvalho, harmonia com Osvaldo Lacerda e composição com Camargo Guarnieri. Despontou como compositor em 1969 ao conquistar o primeiro prêmio no I Festival de Música da Guanabara com a cantata Pequenos Funerais Cantantes, sobre texto de Hilda Hilst. Do júri internacional que premiou sua obra faziam parte, entre outros, nomes como os de Guerra-Peixe (Brasil), Fernando Lopes Graça (Portugal), Franco Autori (Estados Unidos), Hector Tosar (Uruguai), Roque Cordero (Panamá), Johannes Hoemberg (Alemanha) e Krzysztof Penderecki (Polônia).
 
Com o prêmio, oferecido pela Secretaria de Educação e Cultura do Estado da Guanabara, partiu para a Europa onde, após uma breve permanência em Darmstadt para trabalhar com Gyorgy Ligeti e Lukas Foss, passou a residir em Paris para estudos com Nádia Boulanger e Olivier Messiaen.
 
Ao retornar ao Brasil assumiu a direção do Conservatório de Música de Cubatão.Em 1974 foi nomeado professor de composição da Universidade de Campinas, da qual foi diretor do Instituto de Artes entre 1981 e 1987. Na UNICAMP, em 1986, defendeu sua tese de doutorado, “Cartas celestes, uma uranografia sonora geradora de novos processos composicionais”, tendo como objeto de estudos suas Cartas Celestes para piano, uma das mais importantes obras pianísticas do século xx. Manteve por vários anos o programa de música contemporânea intitulado “Caleidoscópio” na Rádio Cultura de São Paulo.
 
Na década de 80, Almeida Prado realizou algo inédito até então que foi o curso das “32 Sonatas para piano de Beethoven”. Ainda no campo do ensino, em Campinas, no Rio de Janeiro e em São Paulo, ministrou diversos cursos sobre os grandes compositores, como Mozart, Chopin, Wagner, e sobre música brasileira, abordando especialmente Villa-Lobos, Francisco Mignone, Lorenzo Fernândez, Carlos Gomes, e também os contemporâneos a ele, como Camargo Guarnieri, Osvaldo Lacerda, Edino Krieger, Ronaldo Miranda, Theodoro Nogueira, Ricardo Tacuchian, Mario Ficarelli, entre outros. Em 1991, realizou curso intensivo na Academia Brasileira de Música, abordando sua obra, com ênfase nos aspectos composicionais.
 
Seu catálogo de obras é volumoso e abrange diversos gêneros e formações. Ao longo da carreira recebeu inúmeros prêmios como os da Associação Paulista de Críticos de Arte, da Boston Foundation (1973) pela Sinfonia nº 1, Prêmio Independência do Brasil (1972) com a peça Trajetória da Independência, Prêmio Nacional da Música do Ministério da Cultura (1995) e primeiro prêmio no IX Concurso de Composição Frances Civil, de Girona, Espanha (1996). Recebeu, em 1997, encomenda da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro para a composição da Fantasia para violino e orquestra por ocasião da visita do Papa João Paulo II ao Brasil. Para o Ministério da Cultura escreveu Cartas Celestes no8 - Oré Jacy-Tatá, para violino e orquestra, em comemoração aos 500 anos do Brasil em 2000. Da Fundação Vitae recebeu, em 2001, bolsa para a composição do Concerto nº 2 para piano e orquestra.
 
Almeida Prado faleceu na cidade de São Paulo, em 21 de novembro de 2010.

 
Rua da Lapa, 120/12º andar - Lapa - 20021-180 - Rio de Janeiro - RJ / Brasil
Telefones (55) (21) 2292-5845 / 2221-0277 / 2242-6693
Copyright 2015 - Academia Brasileira de Música - www.abmusica.com.br - Todos os Direitos Reservados