​Luiz Paulo Horta Cadeira n° 21
Fundador Claudio Santoro
     
1° Sucessor Acadêmico atual


Nasceu no Rio de Janeiro, em 14 de agosto de 1943. Estudou matérias teóricas com Ester Scliar e Cleofe Person de Mattos e piano com Salomea Gandelmann, Homero Magalhães e Moura Castro. Em 1962 iniciou o curso de Direito na PUC-RJ, mas desenvolveu carreira no jornalismo. Começou no jornal Correio da Manhã em 1963. A partir de 1964 transferiu-se para o Jornal do Brasil e assumiu a crítica de música em 1970. A partir de 1990, foi crítico musical do jornal O Globo, onde exerceu também outras funções, como a de diretor da página Opinião e editorialista. De 1985 a 1990, dirigiu a seção de música do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, quando teve oportunidade de trazer ao Brasil Karlheinz Stockhausen.

Dirigiu o grupo de estudos bíblicos no Centro Loyola da PUC-RJ. Foi membro do Conselho de Desenvolvimento da PUC-RJ e da Comissão Cultural da Arquidiocese do Rio de Janeiro. Em 2000 recebeu o Prêmio Padre Ávila de Ética no Jornalismo, concedido pela PUC-RJ. Em 2010 recebeu a Medalha do Inconfidente do Governo de Minas Gerais.

Entre seus trabalhos publicados sobre música, todos pela editora Zahar, estão: Caderno de Música (1983); Dicionário de Música (1984); Villa-Lobos - uma introdução (1987); Guia da música clássica em CD (1997); Música das esferas (1999) e Sete noites com os clássicos (1999). Foi também o coordenador da edição brasileira concisa do Grove´s Dicitonary of Music & Musicians (1994).

Foi eleito para a Academia Brasileira de Música em 1993. Foi também membro da Academia Brasileira de Arte e da Academia Brasileira de Letras.

Faleceu em 03 de agosto de 2013, no Rio de Janeiro, aos 69 anos.
Rua da Lapa, 120/12º andar - Lapa - 20021-180 - Rio de Janeiro - RJ / Brasil
Telefones (55) (21) 2292-5845 / 2221-0277 / 2242-6693
Copyright 2015 - Academia Brasileira de Música - www.abmusica.com.br - Todos os Direitos Reservados