​Luiz Heitor Cadeira n° 22
Fundador ​Luiz Heitor
     
Acadêmico atual


Luiz Heitor Corrêa de Azevedo nasceu no Rio de Janeiro, em 13 de dezembro de 1905. Ingressou no Instituto Nacional de Música em 1923 e foi aluno de Alfredo Bevilacqua, Charles Lachmund e Paulo Silva. Era pianista e compositor, mas optou pela musicologia e pela crítica musical. Em 1932, sucedeu a Guilherme Pereira de Mello como bibliotecário do Instituto Nacional de Música. Em 1934 participou da criação da Revista Brasileira de Música, primeiro periódico científico em música do Brasil, e foi seu editor até 1942. A partir de 1939 foi catedrático de folclore no Instituto Nacional de Música e fundou o Centro de Pesquisas Folclóricas.

Com Luciano Gallet e Lorenzo Fernandez fundou, em 1930, a Associação Brasileira de Música. Em 1937 foi um dos fundadores da Sociedade Pró-Música, que promovia concertos e concursos.  Em 1941 foi consultor da Divisão de Música da União Pan-Americana, de Washington. Em 1947 aceitou o posto de chefe da seção de música da UNESCO, em Paris, onde trabalhou até 1965.

Estabelecido em Paris, realizou uma série de palestras e conferências no Instituto de Altos Estudos da América Latina, da Universidade de Paris. Após aposentar-se na UNESCO foi professor visitante da Universidade de Tulane, em Nova Orleans, entre 1967 e 1968, e da Universidade de Indiana, em Bloomington, em 1969. Entre 1966 e 1973 foi membro do comitê executivo do Conselho Internacional da Música da UNESCO e colaborou nas mais importantes publicações mundiais de música. De 1966 a 1977, foi membro do Conselho Internacional de Música Folclórica, de Londres.

Alguns de seus trabalhos publicados no Brasil se tornaram referenciais. Em 1950 lançou Música e Músicos do Brasil, uma coletânea de artigos que publicou em diferentes jornais e revistas, com importantes estudos sobre José Maurício Nunes Garcia, Francisco Manoel da Silva, Carlos Gomes e outros compositores brasileiros, assim como crônicas sobre a vida musical do Rio de Janeiro. Em 1952 publicou importante obra de referência: a Bibliografia Musical Brasileira, em colaboração com Cleofe Person de Mattos e Mercedes Reis Pequeno. Em 1956 foi a vez de seu livro mais importante, 150 anos de música no Brasil. Publicou ainda diversos textos em espanhol, francês e inglês, em diferentes periódicos internacionais.

Luiz Heitor faleceu em Paris, em 10 de novembro de 1992.
 
Rua da Lapa, 120/12º andar - Lapa - 20021-180 - Rio de Janeiro - RJ / Brasil
Telefones (55) (21) 2292-5845 / 2221-0277 / 2242-6693
Copyright 2015 - Academia Brasileira de Música - www.abmusica.com.br - Todos os Direitos Reservados