​Luciano Gallet Cadeira n° 39
Fundador ​Rodolfo Josetti
     
Compositor, professor, pianista, regente e folclorista, nasceu no Rio de Janeiro, em 28 de junho de 1893. Durante sua formação escolar, no Colégio Pedro II, participou de várias atividades como cantor, pianista e ator. Formou-se em arquitetura. Atuou como pianista em cafés e cinemas. Em 1913 começou a atuar como acompanhador e, por incentivo de Glauco Velasquez, apresentou-se a Henrique Oswald. No ano seguinte fez sua matrícula no Instituto Nacional de Música, onde teve aulas com Henrique Oswald e Agnelo França. Neste mesmo ano veio a fundar a Sociedade Glauco Velasquez, para a difusão da obra do compositor prematuramente falecido. Terminou seu curso de piano em 1916, iniciando logo sua carreira no magistério. No ano seguinte, estudou com Darius Milhaud, então residente no Rio de Janeiro, que o colocou em contato com a música moderna francesa.

A partir de 1918 iniciou sua carreira de compositor. Em 1924 lançou os dois primeiros cadernos das Canções Populares Brasileiras, e fundou a sociedade coral Pró-Arte. Mais três cadernos completariam, em 1926, as Canções Populares Brasileiras. Nesse mesmo ano tornou-se o diretor da revista musical Weco. Em 1930, descontente com os rumos da música brasileira, acionou campanha que culminou com a fundação da Associação Brasileira de Música.

Tornou-se diretor do Instituto Nacional de Música em 1930, nomeado por Getúlio Vargas. Empreendeu uma grande reforma curricular com a colaboração de Mário de Andrade e Antônio de Sá Pereira. A reforma imposta, sem a participação do corpo docente do INM, gerou conflitos que culminaram com sua renúncia em 1931.

Escreveu duas monografias, O Índio na música brasileira e O Negro na música brasileira (1928), e outros trabalhos de pesquisa sobre cantigas e danças brasileiras. Os escritos foram reunidos postumamente por Mário de Andrade e publicados sob o título de Estudos de Folclore (1934).

De sua obra se destacam: Elegia e Romances nos1 e 2, para violino e piano (1918), a Suíte Turuna, para violino, viola, clarineta e percussão (1926), a Suíte Nhô-Chico, para piano (1927), a Suíte sobre temas afro-brasileiros, para sopros e piano (1928) e a Suíte Popular, para orquestra (1929).

Faleceu precocemente no Rio de Janeiro, em 29 de outubro de 1931.
Rua da Lapa, 120/12º andar - Lapa - 20021-180 - Rio de Janeiro - RJ / Brasil
Telefones (55) (21) 2292-5845 / 2221-0277 / 2242-6693
Copyright 2015 - Academia Brasileira de Música - www.abmusica.com.br - Todos os Direitos Reservados