Régis Duprat Cadeira n° 10
Fundador Octavio Maul
     
1° Sucessor Acadêmico atual


Nasceu no Rio de Janeiro, em 11 de julho de 1930. Estudou violino e viola com Joahanes Oesner, integrante do Quarteto Fritsche, de Dresden, e depois do Quarteto Municipal de São Paulo. O estudo do contraponto e composição foi feito com Olivier Toni e Claudio Santoro. De 1950 a 1966, foi violista de vários conjuntos de câmara e sinfônicos, diretor do Sindicato dos Músicos e da Associação dos Professores da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo. Foi cofundador de diversas entidades musicais, como a Orquestra de Câmara de São Paulo e a Orquestra Angelicum do Brasil.

Formado em História pela USP, cursou o Instituto de Musicologia e o Conservatório de Paris. Foi professor de viola e de história da música da Universidade de Brasília, onde se doutorou em musicologia, orientado por Sérgio Buarque de Holanda. Foi professor da UNESP e da USP, onde orientou dissertações e teses de mestrado e doutorado. É sócio honorário da Sociedade Brasileira de Musicologia (1993) e membro eleito do Instituo Histórico e Geográfico de São Paulo (1994).

Recebeu, em 1970, prêmio especial da Associação Paulista de Críticos Teatrais pela pesquisa musicológica do período colonial paulista. Faz parte do corpo editorial da Revista Brasileira de Música, do Programa de Pós-Graduação da Escola de Música da UFRJ, e da Modus, publicação da Universidade do Estado de Minas Gerais.

Como musicólogo dedicou-se, sobretudo, ao estudo da música colonial de São Paulo, da Bahia e de Minas Gerais. Publicou grande quantidade de estudos musicológicos em periódicos no Brasil e no exterior, assim como de revisões críticas de obras musicais. Colaborou com inúmeros verbetes para a Enciclopédia da Música Brasileira Erudita, Folclórica e Popular, em suas duas edições, de 1977 e 1998. Coordenou o trabalho de organização do Acervo Curt Lange do Museu da Inconfidência de Ouro Preto, tendo como resultado a elaboração e publicação de três catálogos dos manuscritos musicais lá existentes. Em sua produção se destaca o livro A Música na Sé de São Paulo Colonial (1995), onde aborda o compositor André da Silva Gomes e apresenta seu catálogo de obras. Publicou sobre o mesmo compositor uma edição comentada de sua Arte explicada do contraponto (1998). Outros livros importantes são: Garimpo Musical (1985) e a série Música do Brasil Colonial (1997).
 
Rua da Lapa, 120/12º andar - Lapa - 20021-180 - Rio de Janeiro - RJ / Brasil
Telefones (55) (21) 2292-5845 / 2221-0277 / 2242-6693
Copyright 2015 - Academia Brasileira de Música - www.abmusica.com.br - Todos os Direitos Reservados