​Andrade Muricy Cadeira n° 13
Patrono ​José Amat
Fundador ​Paulo Silva
     ​Andrade Muricy
Acadêmico atual


Nascido em Curitiba, Paraná, em 04 de Fevereiro de 1895, José Cândido de Andrade Muricy se tornaria um dos mais eminentes críticos musicais e literários do Brasil. Estudou piano com Marieta Brandão e Hugo Antônio de Barros. Na cidade natal estudou ainda com Leo Kessler. Transferiu-se para o Rio de Janeiro em 1916, tornando-se aluno de Luciano Gallet e Tomás Terán. Formou-se em Direito em 1919 e viveu na Suíça de 1923 a 1925. Em 1927, fundou a revista Festa e a partir de 1937 assumiu a crítica musical do Jornal do Commércio, onde escrevia regularmente na coluna Pelo Mundo da Música, sucedendo a Oscar Guanabarino.

Foi professor do Conservatório de Canto Orfeônico, do Conservatório Brasileiro de Música e da Escola de Música Sacra. Em 1952, foi nomeado diretor do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e para o Conselho Federal de Cultura. Em 1972, recebeu o Prêmio Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras, pelo conjunto de sua obra.

Foi o maior crítico musical de sua época. Escreveu livros sobre música e literatura. Entre seus trabalhos podemos destacar: Emiliano Perneta, subsídios para a história da poesia brasileira contemporânea (1919); os dois volumes de Caminho de Música (1946); Panorama do movimento simbolista brasileiro (1952); Villa-Lobos: uma interpretação (1961); Para conhecer melhor Cruz e Souza (1973); Panorama do Conto Paranaense (1979). Organizou para a Funarte a coletânea Carlos Gomes: uma obra em foco (1987). Para a editora Aguilar preparou e prefaciou, em 1961, a obra completa de Cruz e Souza. Foi presidente da Academia Brasileira de Música, em sucessão a Villa-Lobos, em 1959. Faleceu em 1984, no Rio de Janeiro.
Rua da Lapa, 120/12º andar - Lapa - 20021-180 - Rio de Janeiro - RJ / Brasil
Telefones (55) (21) 2292-5845 / 2221-0277 / 2242-6693
Copyright 2015 - Academia Brasileira de Música - www.abmusica.com.br - Todos os Direitos Reservados