​Aloysio de Alencar Pinto Cadeira n° 28
Fundador ​Furio Franceschini
     
1° Sucessor Acadêmico atual



Pianista, folclorista e compositor nasceu em Fortaleza, Ceará, em 03 de fevereiro de 1912 e faleceu na cidade do Rio de Janeiro, em 06 de outubro de 2007, aos 96 anos de idade. Em 1932 bacharelou-se em Direito pela Universidade do Ceará. Estudou com Nicolai Orloff. Já no Rio de Janeiro concluiu, em 1936, o curso de piano no Instituto Nacional de Música com medalha de ouro na classe de Barrozo Netto.

Em Paris foi aluno de Robert Casadesus, Marguerite Long e Nadia Boulanger no Conservatoire Américain, no Palácio de Fontainebleau, recebendo no fim do curso o grande prêmio Mention d’Honneur du Concours de Virtuosité.

Na qualidade de intérprete, mencionem-se os dois últimos discos gravados: “12 valsas de Ernesto Nazareth”, da SOARMEC e “Os Pianeiros”. Como pedagogo e professor de seu instrumento, teve oportunidade de orientar os estudos de eminentes pianistas brasileiros, tais como Jacques Klein, Gerardo Parente, Maria da Penha e Irany Leme.

Como compositor notabilizou-se pelo Ciclo de Canções Afro-BrasileirasCantos IndígenasAcalantos Brasileiros, Suíte Sul Americana, para piano, Suíte Brasileira, para dois pianos, Sarau de Sinhá - balé, para piano a quatro mãos e orquestra sinfônica, o ciclo O Natal Brasileiro, para coro misto, Ponteios para violãoGlória in Excelsis, para soprano e orquestra, além de numerosas peças avulsas para piano solo e música de câmara.

Foi membro dos dois conselhos do Museu da Imagem e do Som, música erudita e música popular, organizando e dirigindo a coleção de depoimentos ao vivo de um sem número de músicos brasileiros, como Francisco Mignone, Guiomar Novaes e Magdalena Tagliaferro.

No ano de 1965, sob os auspícios do Ministério das Relações Exteriores, levou a Paris o conjunto de Balé Folclórico do Brasil que se apresentou no Theâtre Sarah Bernhardt com grande sucesso. Durante muitos anos foi diretor de programação e programador cultural da Rádio MEC, com programas como “Estampas Brasileiras” e “Mosaico Pan-Americano”, ambos ligados à difusão da música.

Quando de sua passagem pela Campanha de Defesa do Folclore Brasileiro, dirigiu a série de documentários, de mais de 40 discos, intitulada “Documentos Sonoros do Folclore Brasileiro”. Participou de pesquisas de campo, principalmente no seu estado natal, como a “Romarias de Canindé”, da série “Romarias Brasileiras”, realizada com apoio do Instituto Nacional do Folclore e da Embaixada da Itália no Brasil e o LP “A Arte da cantoria”, que reúne belíssima antologia sobre cantadores do nordeste brasileiro. Escreveu artigos musicológicos sobre Ernesto Nazareth, José Maurício Nunes Garcia, Villa-Lobos e Darius Milhaud. Foi consultor brasileiro na finalização do filme “It’s all true” sobre fotogramas da obra inacabada de Orson Welles no Ceará, nos anos 40.

Recebeu da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro o título de Doctor Honoris Causa pelo conjunto de sua obra. A Fundação Casa de Rui Barbosa conferiu-lhe a Medalha Rui Barbosa por sua contribuição à cultura brasileira. Foi também membro titular da Academia Nacional de Música.
 
Rua da Lapa, 120/12º andar - Lapa - 20021-180 - Rio de Janeiro - RJ / Brasil
Telefones (55) (21) 2292-5845 / 2221-0277 / 2242-6693
Copyright 2015 - Academia Brasileira de Música - www.abmusica.com.br - Todos os Direitos Reservados