Osvaldo Lacerda Cadeira n° 9
Fundador Paulino Chaves
     
1° Sucessor 2° Sucessor Acadêmico atual


Nasceu em São Paulo/SP, Brasil, em 23 de março de 1927. Osvaldo Costa de Lacerda iniciou seus estudos de piano com Ana Veloso de Rezende, aos nove anos de idade, continuando-os, mais tarde, com Maria dos Anjos Oliveira Rocha e José Kliass. Estudou ainda harmonia e contraponto com Ernesto Kierski e técnica vocal com a cantora russa exilada Olga Urbany de Ivanov. De 1952 a 1962, estudou composição com Mozart Camargo Guarnieri, a quem deve o início de sua carreira, e sob cuja orientação formou sua personalidade de compositor. Em 1963, passou um ano nos Estados Unidos, sob os auspícios da John Simon Guggenheim Memorial Foundation. Teve, então, aulas de composição com Vittorio Giannini, em Nova York, e Aaron Copland, em Tanglewood.

Em maio de 1965, a convite do Ministério das Relações Exteriores, participou do Seminário Interamericano de Compositores, na Universidade de Indiana, e do IIIº Festival Interamericano de Música, em Washington. Em 1996, a convite da American Composers Orchestra, participou, em Nova York, do Festival “Sonido de las Américas: Brazil”.

Entre suas obras destacam-se trabalhos para piano, canto e piano, coro, conjuntos de câmara, orquestra e banda, muitos dos quais se acham impressas no Brasil e exterior por editoras como a Academia Brasileira de Música, Artur Napoleão, Irmãos Vitale, Mangione, Ricordi Brasileira, MusiMed, Funarte, Schott’s Söhnne, Tonos e Zimmermann, entre outras.

Foi premiado em diversos concursos de composição como o Cidade de São Paulo, de 1962, da Rádio Ministério da Educação e Cultura, do Rio de Janeiro, em 1962, da Universidade Federal da Paraíba, em 1967, do Concurso Nacional de Composição para Instrumentos de Sopro (trompa e fagote) do Sindicato dos Músicos Profissionais do Município do Rio de Janeiro, em 1984. Obteve também prêmios de melhor compositor do ano da Associação de Críticos do Rio de Janeiro (1962) e da Associação Paulista de Críticos de Arte/APCA (1970, 1975, 1978, 1981, 1986 e 1994).

Foi fundador da Mobilização Musical da Juventude Brasileira (1945), Sociedade Paulista de Arte (1949 a 1955), Sociedade Pró Música Brasileira (1961 a 1966) e do Centro de Música Brasileira.

Foi membro da Comissão Municipal de Música, em Santos, de 1965 a 1967; presidente da Comissão Estadual de Música, em São Paulo, em 1967; e membro da Comissão Nacional de Música Sacra, de 1966 a 1970.

Escreveu os livros Compêndio de Teoria Elementar da MúsicaExercícios de Teoria Elementar da MúsicaCurso Preparatório de Solfejo e Ditado Musical, e Regras de Grafia Musical.

Em 1997 participou como convidado do Festival de Bar-Harbor, do Maine, EUA, com várias obras executadas. Em janeiro de 1999, foi convidado a participar, do Festival de Música Latino-Americana, promovido pelo Bard College em Annadale-on-Hudson, no Estado de New York.

Recebeu o troféu “Guarani” (1997), outorgado pela Secretaria de Estado da Cultura, de São Paulo, como personalidade musical do ano e, no mesmo ano, o Grande Prêmio da Crítica, da APCA. Em 24 de Julho de 2006, recebeu a Medalha Anhanguera, a mais importante condecoração concedida pelo estado de Goiás, pelos seus serviços prestados à música brasileira e à música em geral.
Faleceu em São Paulo, em 18 de julho de 2011.
Rua da Lapa, 120/12º andar - Lapa - 20021-180 - Rio de Janeiro - RJ / Brasil
Telefones (55) (21) 2292-5845 / 2221-0277 / 2242-6693
Copyright 2015 - Academia Brasileira de Música - www.abmusica.com.br - Todos os Direitos Reservados