Octavio Bevilacqua Cadeira n° 12
Fundador Octavio Bevilacqua
     
1° Sucessor Acadêmico atual
Professor e crítico de música, Octavio Bevilacqua nasceu no Rio de Janeiro a 17 de maio de 1887 e faleceu nesta mesma cidade a 23 de agosto de 1959. Ele era neto do pianista Isidro Bevilacqua e filho do compositor Alfredo Bevilacqua. Sua avó, senhorinha Ribeiro de Melo, foi cantora da Capela Imperial. Otavio Bevilacqua estudou medicina até o terceiro ano, passando logo a dedicar-se exclusivamente à música. Foi aluno de piano de Frederico Nascimento e de contraponto e fuga de Alberto Nepomuceno. A 08 de agosto de 1915, conquistou o título de livre-docente de teoria e solfejo do antigo Instituto Nacional de Música, atual Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde passou depois a professor-assistente de harmonia. Foi também livre-docente, professor-assistente e professor-catedrático da Escola Normal, depois Instituto de Educação do Rio de Janeiro.

Em 1932, foi o primeiro professor a lecionar História da Música no Instituto Nacional de Música. Viajou pela Europa, comissionado para observar os métodos de ensino de música. Foi membro do Conselho técnico-consultivo da Prefeitura do Distrito Federal e sócio honorário do Instituto de Música da Bahia. Participou do I Congresso da Língua Nacional Cantada, organizado por Mario de Andrade, em São Paulo, em 1937, e recebeu a Medalha Carlos Gomes, do Estado da Guanabara, pelo conjunto de suas atividades. Foi crítico de música do jornal O Globo e escreveu também, como correspondente ou como colaborador, na revista Le Ménestrel (Paris) e The Journal of Musicology (Greenfield, Ohio), assim como na Revista Brasileira de Música, em O Cruzeiro, na Revista da Semana, entre outras.

Foi redator da Ilustração Musical, de 1930 a 1931, e da Revista da Associação Brasileira de Música, de 1932 a 1934. Realizou muitas conferências e publicou os seguintes livros: Pontos de teoria elementar de música (1921), e Notas sobre a história do canto coral (1933). Em colaboração com Laura Jacobina Lacombe, publicou os quatro volumes da obra Vamos cantar, de 1944 a 1948.
 
Rua da Lapa, 120/12º andar - Lapa - 20021-180 - Rio de Janeiro - RJ / Brasil
Telefones (55) (21) 2292-5845 / 2221-0277 / 2242-6693
Copyright 2015 - Academia Brasileira de Música - www.abmusica.com.br - Todos os Direitos Reservados