Inácio De Nonno Cadeira n° 7
Fundador Martin Braunwieser
     
1° Sucessor Acadêmico atual
Inácio De Nonno nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 5 de dezembro de 1954. Estudou com Santino Parpinelli (violino) e Leda Coelho de Freitas (Canto) na Escola de Música da UFRJ, aperfeiçoando-se posteriormente com Paulo Prochet e Franco Iglesias. Doutor em Música pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), onde concluiu a Tese: “De Petrópolis a Pasárgada – o Cancioneiro de Guerra-Peixe – Contextualização, Processo Criativo e Interpretação”, baseada na obra vocal do referido autor, é Mestre – suma cum laude pela UFRJ com a Dissertação: “Nacionalismo, Enculturação e Estética: uma Leitura dos Ciclos Drummondiana e Sumidouro, de César Guerra-Peixe”. Professor nas classes de Canto a Escola de Música da UFRJ, onde também lecionou Dicção, ingressou na instituição por concurso público em 1993. É membro da Comissão da Biblioteca Alberto Nepomuceno, na Escola de Música da UFRJ, posicionando-se ali como um ardoroso defensor da recuperação, pesquisa e difusão dos manuscritos das obras raras dos autores brasileiros que fazem parte daquele acervo. Membro fundador da Associação Brasileira de Canto, recebeu o Prêmio Especial para a Canção Brasileira no XII Concurso Internacional de Canto do Rio de Janeiro, e de seu repertório constam mais de 30 primeiras audições mundiais de peças e óperas especificamente para ele escritas, incluindo de autores como Ricardo Tacuchian, Edino Krieger, Guerra-Peixe, Ronaldo Miranda, João Guilherme Ripper, Ernani Aguiar, Lindembergue Cardoso, Cirlei de Hollanda, Rodrigo Cichelli, Villani-Côrtes, Osvaldo Lacerda, Caio Senna, Eunice Katunda, Tim Rescala, Marisa Rezende entre muitos outros.
Participante de Festivais Internacionais de Música, como professor, em Brasília, Juiz de Fora, João Pessoa, Recife, Campos, Petrópolis e Londrina, e no Baroque Music Eras of the Americas – EUA, Inacio De Nonno foi, por 10 anos, preparador musical do Projeto Ópera na UFRJ. Tem participação em 32 CDs gravados, todos dedicados ao repertório brasileiro, desde restaurações do material colonial pesquisado em Irmandades de Minas Gerais, até os compositores contemporâneos mais vanguardistas. O CD da ópera Colombo, de Carlos Gomes, em que Inacio De Nonno interpreta o papel título, ganhou o prêmio da APCA e o prêmio Sharp de 1998. “O Menino e a Liberdade”, ópera de Ronaldo Miranda na qual atuou no papel de “Motorista” foi agraciada como o melhor espetáculo operístico do ano de 2013 pelo jornal Folha de São Paulo.

Foi ainda, diretor artístico das séries musicais – “Serestas e Seresteiros” e “Canto do Mundo”, no Centro Cultural Banco do Brasil – com duas edições anuais, uma dedicada ao repertório europeu e outra, às Américas.

Inácio De Nonno é vice-decano da Liga de Professores Católicos da Escola de Música da UFRJ e membro da Academia Fides et Ratio, entidade de apoio científico e cultural à Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro.
Rua da Lapa, 120/12º andar - Lapa - 20021-180 - Rio de Janeiro - RJ / Brasil
Telefones (55) (21) 2292-5845 / 2221-0277 / 2242-6693
Copyright 2015 - Academia Brasileira de Música - www.abmusica.com.br - Todos os Direitos Reservados