Armando Albuquerque Cadeira n° 10
Fundador Octavio Maul
     
1° Sucessor Acadêmico atual


Compositor, pianista, professor e musicólogo, Armando Albuquerque nasceu em Porto Alegre/RS, em 29 de junho de 1901 e faleceu na mesma cidade, em 16 de março de 1986. Estudou no Instituto de Belas Artes de Porto Alegre, tendo concluído o curso de violino em 1923. Foi aluno de violino de Oscar Simm e de harmonia de J. Schwartz Filho.

Tocou piano em grupos de música popular e acompanhando filmes mudos no Cinema Colombo de Porto Alegre. Foi arranjador da Rádio Difusora de Porto Alegre. Por volta de 1946, começou a dedicar-se à composição. Foi produtor musical da Rádio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, entre 1959 e 1967, e professor de composição no Instituto de Artes da mesma universidade. Foi membro fundador da Sociedade Brasileira de Música Contemporânea e participou de diferentes edições do Festival de Música Nova de Santos e da Bienal de Música Brasileira Contemporânea.

Suas obras principais são: a Suíte Breve (1954) e Evocação a Augusto Meyer (1970) para orquestra (editadas e gravadas pela OSESP), a Tocata (1948) e a Suíte Bárbara Infantil (1965) para piano e a Ópera da Lua (1968-1984), baseada em obra de Jacques Prevért. Compôs também uma série de canções, com destaque aquelas sobre textos de Augusto Meyer, como Oração da estrela boieira (1943), Lua boa (1947), Órbita (1947) e a coletânea Sorriso Interior (1956). De Athos Damasceno musicou Lua de Vidro (1930), os Poemas de minha cidade (1936), Reflexos n’água (1940), Bar (1940) e Beco do império (1940).
Rua da Lapa, 120/12º andar - Lapa - 20021-180 - Rio de Janeiro - RJ / Brasil
Telefones (55) (21) 2292-5845 / 2221-0277 / 2242-6693
Copyright 2015 - Academia Brasileira de Música - www.abmusica.com.br - Todos os Direitos Reservados